sexta-feira, 31 de julho de 2015

FDA aprova implante cerebral para Parkinson

JULY 30, 2015 - Um dispositivo de estimulação cerebral profunda implantável para pacientes com doença de Parkinson e tremor essencial foi aprovado pelo Food and Drug Administration dos EUA, de acordo com um comunicado de imprensa do FDA. O dispositivo, chamado de Sistema de neuroestimulação Brio, foi aprovado 12 de junho e ajuda a alguns pacientes quando a medicação sozinha não fornece alívio adequado para dificuldades de locomoção, problemas de equilíbrio e tremores.

Nova opção de tratamento

O BNS é uma pequeno gerador de impulso eléctrico recarregável, alimentado por bateria implantada sob a pele da parte superior do peito. Fios condutores ligam aos eléctrodos colocados no interior do cérebro em locais específicos, dependendo se o dispositivo está a ser utilizado para tratar a doença de Parkinson ou tremor essencial, de acordo com a liberação. O dispositivo emite pulsos elétricos de baixa intensidade para áreas-alvo no cérebro, com ajustes feitos por profissionais de saúde.

"Não há cura para a doença de Parkinson ou tremor essencial, mas encontrar melhores maneiras de gerenciar os sintomas é essencial para os pacientes", William Maisel, MD, MPH, diretor em exercício do Escritório de Avaliação de Dispositivos no Centro do FDA para Dispositivos e Saúde Radiológica, disse no comunicado. "Este novo dispositivo contribui para a variedade de opções de tratamento para ajudar as pessoas que vivem com Parkinson e tremor essencial a desfrutar de uma vida melhor, mais produtiva."

Dois estudos clínicos testaram a segurança e eficácia do dispositivo em três meses e novamente em seis meses. Uma envolveu 136 doentes com Parkinson, a outra estudou 127 pacientes com tremor essencial. Os pacientes em ambos os grupos tinham sintomas não controlados adequadamente com terapia medicamentosa. Os resultados mostraram que a maioria dos doentes com tremor essencial não necessitou de medicação durante a utilização do dispositivo. Pacientes com doença de Parkinson usaram o dispositivo e sua medicação para controlar os sintomas.

Ambos os grupos apresentaram melhora estatisticamente significativa em seu endpoint primário de eficácia quando o dispositivo foi ligado em comparação com quando foi desligado, de acordo com o comunicado de imprensa. Os eventos adversos incluíram hemorragia intracraniana, infecção e deslocamento do condutor do dispositivo sob a pele.

O BNS é o segundo dispositivo aprovado pela FDA para a doença de Parkinson e tremor essencial. A primeira, Activa Estimulação Cerebral Profunda Sistema de Terapia da Medtronic, foi aprovado em 1997 para tremores, segundo o comunicado.

A cada ano, cerca de 50.000 pessoas são diagnosticadas com a doença de Parkinson, de acordo com os Institutos Nacionais de Saúde, e perto de um milhão têm a condição. Embora a doença de Parkinson afete tipicamente pessoas com mais de 60, o tremor essencial afeta vários milhões de pessoas e geralmente ocorre em pessoas com mais de 40 anos de idade. (original em inglês, tradução Google, revisão Hugo) Fonte: News Nurse.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

DBS off-on Demo

terça-feira, 7 de julho de 2015

Hic sunt dracones (Aqui há dragões)

Lutando contra o enigma Parkinson
Como a cirurgia e a medicina evoluem para entregar tratamentos precisos, os médicos estão mapeando o cérebro e resolvendo os mistérios desta "última fronteira".

Uma ressonância magnética mostra sondagem de eletrodos no cérebro de um paciente de Parkinson. Formas de onda documentam a atividade cerebral em regiões diferentes. (Chris Clark |Spectrum Health Beat)
July 6, 2015 - Algumas pessoas dizem que os cartógrafos do Velho Mundo rabiscariam uma frase de assombro em seus mapas para marcar territórios desconhecidos, lugares onde os homens ainda tinham para explorar.

Hic sunt dracones. (Aqui há dragões)

(...) E na parte escura, onde se escondia o Parkinson, eles vão escrever o seguinte: "Aqui existiam dragões"....

Matéria em inglês, não traduzida por longa. Fonte: Health Beat Spectrum Health.